Ficha para personagem

Página 4 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4

Ir em baixo

Ficha para personagem

Mensagem por Samantha Hunterfox em Sab Nov 24, 2012 6:40 pm

Relembrando a primeira mensagem :



Ficha de Personagem


Copie o código da Ficha de Personagem logo abaixo e responda as questões pedidas.

AVISO: Ficha para populares encerrada por hora. Os populares normalmente é um grupo muito pequeno e seleto e não faz sentido uma escola cheia de populares, por isso as fichas para esse grupo não serão aceitas por hora. Grata desde já pela compreensão.


ATENÇÃO:
  • Erros de Gramática serão avaliados, portanto, preste atenção na ficha, não a faça de qualquer jeito.
  • Seja coerente. Use ações que podem ser reais. Não extrapole.
  • Por último: BOA SORTE!


Código:
Nome do personagem:

PP:

Idade:

Profissão: Preencher ficha separada

Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
( ) Nerd
( ) Baderneiro
( ) Rebelde
( ) Gótico

Vai estudar em Half Heart: Sim ou não

Sua história por favor:

Qual destino espera?


Créditos a Brian e Sam


Última edição por Samantha Hunterfox em Ter Dez 11, 2012 1:54 pm, editado 4 vez(es)


Samantha Olivia
I don't care if you think I'm a bitch...I will make you my slave. ✖️  Cat Princess ✖️  Take care...She isn't a good girl✖️

Thanks @Aiyra For MDD
avatar
Samantha Hunterfox
The Cat's
The Cat's

Mensagens : 203
Data de inscrição : 23/11/2012
Idade : 23
Localização : Provavelmente junto aos V.I.Ps

Ficha do personagem
Família: Hunterfox
Status de Relacionamento: Flertando/Interessado (a) em alguém
Série ou Emprego: 4º Ano

Ver perfil do usuário http://halfheart.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Ficha para personagem

Mensagem por Anne Hunterfox em Ter Jan 29, 2013 5:45 am


Ficha Recusada!


Desculpe Mia, mas eu não consegui compreender a sua ficha, por favor refaça e quem sabe dessa vez consiga...



Anne Hunterfox
avatar
Anne Hunterfox
Rebeldes
Rebeldes

Mensagens : 306
Data de inscrição : 28/11/2012
Idade : 24
Localização : Londres

Ficha do personagem
Família: Hunterfox
Status de Relacionamento: Solteiro (a)
Série ou Emprego: 5º Ano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Mia Watson Salvatore em Qui Jan 31, 2013 1:26 pm

Nome do personagem: Mia Watson Salvatore
PP: Alexandra Daddario
Idade: 15 anos de idade
Profissão: Apenas estudante mesmo
Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
( ) Nerd
( ) Baderneiro
(X) Rebelde
( ) Gótico
( ) Dançarinos/as

Vai estudar em Half Heart: Sim
Sua história por favor:Era uma vez um princesinha chamada Mia, ela vivia num mundo encantado, longe de todo mal da Terra e das responsabilidades. Tudo era maravilhas e arco-íris, até que ela cresceu e percebeu que há muito mais maldade do que bondade no mundo, mas ela não desistiu de ser feliz.

Mia tinha tudo para ser uma patricinha mimada, filha de dois empresários riquíssimos donos de uma imensa rede musical, mas seguiu um caminho diferente. Seus pais eram maravilhosos, lhe educaram da melhor maneira possível e não escondiam a pobreza de Chicago, local onde viviam. Ela frequentara escola particulares perfeitas para os ricos, mas sofreu bullying durante sua vida inteira. As colegas xingavam-na por não usar roupas de marca e por ser inteligente, além de nunca ficar com garotos. Quando completou quatorze ela estava cansada, resolveu finalmente mostrar para aquelas garotas toda maldade que ficara aprisionada em seu coração a sua vida inteira. A garotinha gentil e amigável tinha morrido.

Aos quinze anos de idade, fora expulsa do seu colégio por consumo de bebidas alcoólicas e drogas ilícitas dentro da propriedade educacional, e foi transmitida para uma escola pública da cidade. Ela não era de todo ruim, só fizera aquilo para provar que não era mais uma fraca em um mundo onde os fortes sobrevivem. Apesar de ter parado com as drogas proibidas, nunca conseguiu largar seu maior vício: o cigarro.

Agora, depois de passar por uma reabilitação, finge para seus pais que está tudo bem. Que nada de ruim permanece nela. Apenas mais uma grande mentira. A garota frequenta as festas mais badalas escondida durante a noite, e fuma com seus amigos sempre que pode. Afinal, qual é a graça da vida se você não se arrisca?

Qual destino espera? Não espero nada de especial,
avatar
Mia Watson Salvatore

Mensagens : 3
Data de inscrição : 18/01/2013
Idade : 21
Localização : Pra que quer saber ? u_u

Ficha do personagem
Família:
Status de Relacionamento: Solteiro (a)
Série ou Emprego:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Henrick Bogardys em Sex Fev 01, 2013 4:55 pm

Ficha aceita, lindinha.



avatar
Henrick Bogardys
Nerds
Nerds

Mensagens : 4
Data de inscrição : 23/11/2012
Idade : 23
Localização : Londres - Inglaterra

Ficha do personagem
Família: Bogardys
Status de Relacionamento: Flertando/Interessado (a) em alguém
Série ou Emprego: 5° ano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Arya Belmont em Sab Maio 11, 2013 2:19 pm

Nome do personagem: Arya Belmont

PP: Kristen Stewart

Idade: 16 anos.

Profissão: Estudante '-'

Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
( ) Nerd
( ) Baderneiro
(x) Rebelde
( ) Gótico

Vai estudar em Half Heart: Sim

Sua história por favor:
Arya não foi a criança mais doce e carinhosa do mundo, nem passava perto de ser adorável. Vinda de família rica, estudou nas melhores escolas, e foi expulsa de todas; sempre teve tudo do bom e do melhor, mas nada disso importava para ela, tudo que ela queria era se divertir, e só se preocupava com ela mesma, não importava se ela usava drogas, bebia ou vandalizava algumas casas, seus pais sempre a acobertavam. Até que um dia, durante as rebeldias que praticava com seus "amigos", alguém acabou sofrendo as consequências que ninguém mais sofria, alguém acabou em uma cadeira de rodas e isso foi a gota d'água para os pais de Arya, John Wayne nunca mais poderia andar e seu futuro estava tragicamente prejudicado; Arya foi mandada para Half Heart enquanto alguns dos garotos responsáveis pelo incidente de John foram para a cadeia, ela realmente tem uma vida bem fácil.

Qual destino espera? Confesso que nunca pensei nisso, mas o que acha de envelhecer e morrer?!
avatar
Arya Belmont
Rebeldes
Rebeldes

Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/05/2013

Ficha do personagem
Família: Belmont
Status de Relacionamento: Solteiro (a)
Série ou Emprego:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Samantha Hunterfox em Sab Maio 11, 2013 3:42 pm

Bem vinda Arya. Ficha simples, mais interessante.


Samantha Olivia
I don't care if you think I'm a bitch...I will make you my slave. ✖️  Cat Princess ✖️  Take care...She isn't a good girl✖️

Thanks @Aiyra For MDD
avatar
Samantha Hunterfox
The Cat's
The Cat's

Mensagens : 203
Data de inscrição : 23/11/2012
Idade : 23
Localização : Provavelmente junto aos V.I.Ps

Ficha do personagem
Família: Hunterfox
Status de Relacionamento: Flertando/Interessado (a) em alguém
Série ou Emprego: 4º Ano

Ver perfil do usuário http://halfheart.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Sky Bernstein Blackburn em Dom Maio 12, 2013 11:21 am


poison heart -- ficha,


poison heart -- ficha;
---NOME: SKY BERNSTEIN BLACKBURN ✘ PP: ANNA SPECKHART ✘ IDADE: 17 ANOS ✘ PROFISSÃO: ESTUDANTE

Não sabia muito bem como começar isso. Talvez dizendo quem sou, ou contando como minha vida começou, mas isso seria tão clichê porque minha vida não começou quando eu nasci, na verdade eu comecei a morrer. Acredito que a vida não começa, ela fica cada vez mais perto do fim, é como uma bomba relógio invisível, você sabe que vai acabar, mas não sabe como. Minha vida começou quando acordei daquele conto de fadas de que tudo é lindo, de que a vida é linda e realmente vale a pena. Não vale quando se não é feliz, do que adianta ter seu coração batendo quando já se está morta? Foi numa noite de primavera, não lembro muito bem que mês era. Eles tinham me deixado trancada dentro do quarto, eu tive que me encolher ao lado da cama e torcer pra o sono vir logo, não entendia porque sempre brigavam e depois tudo estava bem novamente, era por minha causa. Depois que ouvi coisas sendo jogadas ao chão no quarto deles eu simplesmente comecei a chorar, eu sentia que aquela era a hora em que tudo iria mudar. E iria mesmo, mas mal sabia eu que era apenas o começo. Eu saí do quarto e vi-a com uma mochila mal arrumada e grande, ele a olhando com os olhos cheios de lágrimas e eu podia ver que ele estava sufocando, ele queria chorar, queria dizer tudo o que tinha pra dizer, mas era orgulhoso demais pra isso, era como eu. Ela olhou pra mim e nem sequer me abraçou, só disse “Cuide dela, ela precisa de você” e se virou, caminhou rapidamente até a porta, eu olhei pra ele buscando respostas, mas ele não conseguia processá-las nem para si mesmo, como iria explicar para sua pequena filha de quatro anos que sua mãe estava a deixando porque não o amava mais? Eu sentia que ela nunca me quis, eles tinham se casado apenas porque ela engravidou e ele foi homem o suficiente pra assumir o que havera feito. O pai de mamãe a colocou pra fora de casa e papai prometeu que iria cuidar de nós duas, ele cuidou, ele a amou com todas as suas forças, mas com o tempo as coisas foram desandando e não dava mais, eu conseguia ver isso no jantar, quando eles discutiam por causa da comida que ela tinha feito, ou quando a conta de energia chegava e ela ficava furiosa porque ele gastava tempo demais assistindo os jogos do seu time preferido, quando eu acordava de manhã e via papai dormindo no sofá aos domingos porque tinham discutido na noite anterior por motivos adultos, ou quando eu via mamãe olhando estranho pra o vizinho solteiro que morava na casa à frente a nossa. Eu conseguia ver que meus pais tinham feito aquilo por mim, mas tinham que buscar sua própria felicidade, conseguia aceitar aquilo, mas sabia que não seria fácil. Sempre fui uma criança estranha e isso me assustava às vezes, não era imatura quanto as minhas amigas, ou os garotos que brincávamos. Eu segurei forte o ursinho que tinha em mãos e corri até a porta, mamãe olhou pra mim com os olhos cheios de lágrimas e disse “Desculpe princesa, mas a mamãe não vai voltar”, ela disse apenas isso e saiu, pegou seu carro, depois disso eu nunca mais a vi. Nunca.
Foi desde esse dia que eu comecei a provar a parte amarga da vida, desde os meus quatro anos. Como se pode explicar a uma criança de que a vida não é tão colorida e feliz como parece ser? Papai ficou com a parte mais difícil. O pior é que ele nunca tentou me explicar, nunca disse “Filha, as coisas vão começar a piorar daqui pra frente e quero que seja forte”, ele tentou me proteger da vida, eu sabia que ele fez aquilo porque me amava, mas foi seu maior erro porque eu aprendi isso sozinha. Na adolescência papai era fã dos Beatles, Ramones, Rolling Stones, ele tinha um quarto apenas pra seus discos que eram do vovô, papai não era tão velho, mas ele gostava de coisas velhas, acho que lembravam sua infância porque ele cresceu ouvindo essas bandas por culpa do vovô, vovô se chamava Pietro, o chamava de vô Pietro, ele gostava desse apelido. Vovô morreu de causas naturais antes de papai se divorciar de mamãe, isso deixou papai mais frio ainda, fez a superação ser mais difícil. Entende o que quero dizer? O pai dele morreu, em seguida a mulher que ele mais amava no mundo depois de sua filha o deixou a sangue frio. Ele sempre foi forte assim, queria ter sido tão forte quanto ele. Papai me criou com a ajuda da vovó e das minhas tias, tive uma infância aparentemente feliz, mas eu não era como aparentava ser. As pessoas viam o que eu as deixava verem, a “eu” de verdade era bem mais do que aquilo, era bem mais e bem menos, não fazia aquilo por maldade, fazia por proteção e sempre foi assim, desde o dia em que a mulher que me trouxe ao mundo foi embora com uma mochila cheia de roupas dizendo que não iria mais voltar eu achei que todos iriam me machucar daquele jeito e não queria sentir aquela dor de novo, achava que fazendo aquilo minha vida seria feliz como nos filmes e nos livros, mas a vida não pode ser um mar de rosas o tempo inteiro, não é. Depois de um tempo papai acabou mudando o turno do seu trabalho, ele ia às uma da tarde e voltava as meia noite, quando eu já estava dormindo, às vezes eu o sentia beijar minha testa e dizer “Eu te amo”, foi um dos únicos amores verdadeiros que senti, nunca o agradeci o bastante por ter moldado meu caráter quando ninguém mais se submeteu a fazê-lo. Nunca o agradeci por ter sido quem foi pra mim. Eu fui crescendo, aos 11 anos titia Minerva resolveu ir morar com o papai, ela ajudou a cuidar de mim quando mamãe foi embora e eu a amava, ela era uma das minhas pessoas preferidas no mundo. Lembro que no dia em que ela chegou lá com suas malas ela fez biscoitos pra mim, pro papai e pra ela, tinha levado um filme de terror pra assistirmos, se chamava “Batalha dos mortos”, era um filme ridículo de zumbis, foi o primeiro que assisti, mas não o primeiro que existiu, lembro que naquela tarde estava fazendo frio, mas não estava no inverno e não estava chovendo, arrastamos o sofá pro canto da sala e colocamos colchões no chão, pegamos travesseiros fofos e colocamos em cima, depois comemos os biscoitos e o sorvete que tinha na geladeira, foi uma tarde perfeita, e eu senti pela primeira vez depois que mamãe se foi que papai estava feliz de verdade. Depois dessa tarde titia sempre trazia coisas pra mim do trabalho, ela tocava bateria e papai, baixo, diziam que quando eram adolescentes eles tinham uma banda meio “de família”, todos os irmãos estavam nessa banda, eram cinco, e vovô ensinou a todos a tocar os instrumentos, titia Elena foi a que mais se empenhou, papai não conseguiu aprender de início embora ele fosse um grande fã de rock, ele tentou por um mês e só conseguia tocar o básico, então titia Elena e titia Minerva o ensinaram, e semanas depois ele estava tocando como um quase astro, ele tinha talento. Depois que vovô começou a adoecer eles deram fim à banda. Vovó lia histórias pra mim antes de dormir, histórias como Romeu e Julieta, Hamlet, não eram do tipo Chapeuzinho vermelho, Cinderela, Bela adormecida ou estas outras do tipo, eram livros, livros grandes e que me envolviam de uma forma tão espetacular, me apaixonei por livros, todos eles eram perfeitos pra mim, decidi desde criança que iria escrever algo um dia, algo grande, especial. Minha família era preciosa, não era todo dia que se via algo tão bom daquela forma.
Depois que titia foi morar lá papai e ela saíam aos sábados pra tentar encontrar um par e me deixavam na casa da vovó, ela me dava livros sempre que eu ia pra lá e eu os lia toda semana, os levava pra escola, era chamada de estranha por não ser como as outras, sempre fui assim, me acostumei com isso. Papai levava muitas mulheres pra casa, os relacionamentos duravam no máximo dois meses, depois ele dizia que elas não eram a pessoa certa e elas sumiam. Nunca tive uma preferida, mas certa vez no meio da noite encontrei uma mulher chamada Violet no banheiro, ela tinha acabado de tomar banho e estava com uma camisa do papai, era tão grande que não sabia se estava com a roupa de baixo, ela disse pra eu não me assustar e não gritar porque papai estava dormindo e ela tinha ido tomar banho porque estava com calor e não conseguia dormir. Então depois ela fez chocolate quente pra nós duas, o chocolate quente dela era fantástico, foi uma das únicas pessoas que deixei me conhecer quase por completo, ela era boa. Sentamos no sofá e fomos assistir um programa ridiculamente engraçado, passamos a noite inteira acordadas, ela me falou sobre suas experiências com garotos, aquela noite entrou para minha lista de melhores dias da minha vida, foram poucas, porque a maior parte delas foi na infância. No dia seguinte eu estava com tanto sono por conta daquela noite que papai me deixou faltar a escola, acordei de tarde, Violet já tinha ido embora e papai disse que ela tinha feito mais chocolate quente pra mim e que ela iria voltar na semana seguinte. Ela nunca voltou, mas continuamos nos comunicando. Eu tinha 12 anos, lembro disso, lembro que queria que Violet fosse minha madastra e que fizesse meu pai feliz, ela tinha cabelos loiros e finos, olhos mel, sua pele era branca como neve e macia também, ela lembrava minha mãe e eu gostava disso, por um tempo comecei a achar que ela era minha mãe pelo jeito que ela me tratava mas percebi depois que estava enganada. Papai começou a se empenhar mais em mim depois que completei 13 anos, ele sabia que eu estava crescendo e que ele tinha que guardar suas economias pra minha educação, para o colégio, faculdade e meu primeiro carro. Também nunca o agradeci por isso. Eu fui crescendo mais, e aos 16 anos tive minha primeira vez, não foi uma primeira vez digna, foi pútrida, triste, dolorosa e com cheiro de álcool. Lembro que eu estava bêbada e mal conhecia o cara, ele era um ano mais velho que eu e dizia pra eu ficar calada porque não queria acordar seus vizinhos. Eram 3 da manhã, estávamos na casa dele, e não sei porque nem como mas aceitei beber mais, eu estava tão bêbada que tinha que me segurar para não vomitar quando ele vinha para cima de mim novamente. Aquela noite me fez me desiludir do mundo, não criar expectativas de ninguém, me fez ter certeza de que todos eram iguais, homens, mulheres, garotas, garotos, meninos, meninas... Todos. E a separação dos meus pais contribuiu mais ainda pra isso. Eu nunca contei pra ele o que tinha acontecido, ele nunca soube que minha primeira vez foi daquela forma, eu passei dias tentando esquecer o que tinha acontecido, tentando esquecer minha tolice, mas foi impossível porque todos sabiam na semana seguinte, olhavam pra mim como se eu fosse a maior pecadora do mundo, como se eles nunca tivessem pensado em fazer aquilo. Egoístas. Filhos da ########. Eu odiava aquelas pessoas, sempre odiei e nunca foi diferente, cresci as odiando, vivi as odiando, as odiarei até o fim. Não entendia como ele tinha conseguido fazer aquilo comigo, porque? Porque ele me desfez daquela forma? Eu era apenas uma garota, inocente, sem saber o que fazer, eu estava perdida e sempre estive. Queria arrancar as tripas dele e lembro do dia em que ele me ligou, quando ouvi sua voz um enjoo se espalhou por meu estômago, eu quis vomitar de tanto nojo que sentia por ele, eu o odiava. Mandei ele ir se foder, e com a voz mais sínica do mundo ele me chamou de vadia burra e desligou.
Eu não podia me importar, podia? Não me importei. Tentei ao menos. Desde aquela noite eu nunca mais fui a mesma, fui absolvendo toda a dor pra mim e a descarregando naqueles papéis, papéis valiosos. Eram meus sentimentos que estavam ali e nunca deixei ninguém tocá-los, seria como descobrir e saber quem eu era verdadeiramente, não queria expor aquilo, era algo tão pessoal. Eu era um mistério até pra mim mesma, existiam partes de mim que eu ainda não tinha ido, não queria ir. Papai continuou levando mulheres pra sua casa, mas nenhuma era tão legal e marcante quanto Violet, talvez por lembrar minha mãe por sua aparência, ela era doce e fazia um ótimo chocolate quente. Titia também continuou com seus relacionamentos, mas não levava os homens pra casa, e nem ia a casa deles, ela queria algo sério. Foi quando conheceu Will, estranho o nome dele, mas eu gostava daquilo. Ele era legal comigo, papai e ele viraram amigos, ele conheceu a família da titia, mas eles não foram morar um com o outro, o relacionamento continuou como se fossem adolescentes o que era engraçado. Eles se amavam e queriam experimentar aquilo tudo devagar, o que eu achava bom, diferente. E enfim eu cresci, entrei no ensino médio, embora sempre tenha sofrido bullying por ser diferente acho que acabei levando o ensino médio da mesma forma que levei o inferior. Eu cresci e assim como papai e vovô acabei adotando a cultura “rock’n roll” pra mim, acho que sempre adotei já que cresci com isso. Tinha muitas coisas que queria agradecer ao papai, ao vovô e à titia, mas nunca consegui. Nunca tive chance. Eu tinha vários amigos, e juntos criamos uma banda chamada All Fire Slave, e como sempre eu fazia tudo acabamos ensaiando em casa no começo, depois na casa do baterista. Começamos com os instrumentos do papai e da titia, fomos aprendendo pela internet e com eles também, quando conseguimos aprender o que precisávamos começamos a compor as músicas, e sempre quem compunha era eu, às vezes eles bufavam porque eu sempre fazia músicas ferozes demais e me chamavam de Joan Jett, me gloriava por isso porque era fã dela, assim como era fã do AC/DC. Uma grande fã da história do rock não poderia deixar de amar os clássicos como Ozzy, Led, Beatles, Ramones... Minha vida não era perfeita, mas eu era razoavelmente feliz, tentava ser.
Marque com um X:
( ) Popular
( ) Nerd
( ) Baderneiro
(X) Rebelde
( ) Gótico
Vai estudar em Half Heart: Sim.
Qual destino espera?
O destino não me pertence. ~ Clarisse Lispector 2.0 here. q



MADE BY MARLEY
avatar
Sky Bernstein Blackburn
Rebeldes
Rebeldes

Mensagens : 2
Data de inscrição : 12/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Samantha Hunterfox em Seg Maio 13, 2013 6:59 pm

Amei a ficha Sky. Muito bem escrita e elaborada. Bem vinda *-*


Samantha Olivia
I don't care if you think I'm a bitch...I will make you my slave. ✖️  Cat Princess ✖️  Take care...She isn't a good girl✖️

Thanks @Aiyra For MDD
avatar
Samantha Hunterfox
The Cat's
The Cat's

Mensagens : 203
Data de inscrição : 23/11/2012
Idade : 23
Localização : Provavelmente junto aos V.I.Ps

Ficha do personagem
Família: Hunterfox
Status de Relacionamento: Flertando/Interessado (a) em alguém
Série ou Emprego: 4º Ano

Ver perfil do usuário http://halfheart.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Merida Valentina Sidhes em Sex Maio 17, 2013 2:41 pm

Nome do personagem: Mérida Valentna Sidhes

PP:Avril Lavigne

Idade:16

Profissão: estudante

Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
(x) Nerd
( ) Baderneiro
( ) Rebelde
( ) Gótico

Vai estudar em Half Heart: Sim

Sua história por favor:

Nasci em uma família pobre, e nela vivi ate os 5 anos, mais em um acidente trágico meus pais morreram ficando apenas uma foto de recordação. Fui para a casa de minha madrinha, apesar de nunca ter-lhe visto antes, ela me acolheu de braços abertos recebendo-me em sua mansão, mas com todo o seu trabalho quase não parava em casa e não nos falávamos muito.
Fui crescendo e como sou tímida quase nunca tinha amigos, apeguei-me as livros como uma forma de ser feliz. Quase nunca saia de casa a não ser pelas minhas aventuras como por exemplo: asa delta, rapel, gigantes montanhas russas e etc. Simpática, e engraçada para os conhecidos, de uma incrível paciência e de um perfil para professora( mesmo não sendo essa a profissão desejada )
Graças ao meus desenhos, textos, narrações, criticas, poemas e notas excelente ganhei vários prêmios e era sempre uma das melhores na sala.
Minha vida já havia caído no cotidiano e eu gostava disso, mas minha tia teve que se mudar. Como todos sabem, escola nova nem sempre é bom, tive que me acostumar novamente ao meio social o que não foi fácil.
Minhas notas continuaram ótimas no Internato Half Heart fiquei conhecida como a nerd, ou Meri pelos próprios professores, como sempre quieta na sala concentrada nos estudos e de poucos amigos.

Qual destino espera?

Somente fazer a diferença.



Razz Sleep Rolling Eyes cat Very Happy Meri = D !!! I'm not perfect, sorry study tongue geek Twisted Evil drunken

Merida Valentina Sidhes
Nerds
Nerds

Mensagens : 11
Data de inscrição : 16/05/2013
Idade : 21
Localização : enfiada nos livros

Ficha do personagem
Família:
Status de Relacionamento: Solteiro (a)
Série ou Emprego:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Samantha Hunterfox em Qua Maio 22, 2013 6:44 pm

História curta, mas legal. Bem vinda *-*


Samantha Olivia
I don't care if you think I'm a bitch...I will make you my slave. ✖️  Cat Princess ✖️  Take care...She isn't a good girl✖️

Thanks @Aiyra For MDD
avatar
Samantha Hunterfox
The Cat's
The Cat's

Mensagens : 203
Data de inscrição : 23/11/2012
Idade : 23
Localização : Provavelmente junto aos V.I.Ps

Ficha do personagem
Família: Hunterfox
Status de Relacionamento: Flertando/Interessado (a) em alguém
Série ou Emprego: 4º Ano

Ver perfil do usuário http://halfheart.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Anthony L. Undersee em Ter Maio 28, 2013 7:40 pm

Ficha

Nome do personagem: Anthony L. Undersee

PP: Zac efron

Idade: 17

Profissão: Estudante

Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
(x) Nerd
( ) Baderneiro
( ) Rebelde
( ) Gótico

Vai estudar em Half Heart: Sim

Sua história por favor:Anthony , um jovem muito centrado e mimado , digamos assim , sempre teve tudo oque quis , somente pelas notas altas na escola e por ser filho único as vezes isso ajudava um pouco a ter suas coisas , desde criança Anthony tinha tudo na mão e foi crescendo com esse espirito de que todos são menores a ele e que ele e somente ele valia alguma coisa nesse mundo e por isso não tem tantos amigos assim , todos os amigos que o jovem consegue é por puro e completo interesse em ganhar alguma coisa dele ou se aproveitar do mesmo , sempre está com algum livro de baixo do braço para estudar , então seu pai foi chamado para outro lugar , o salário era muito maior e é claro que o senhor Undersee não recusou a oferta , desde de então , Anthony estuda no internato Haus Heart . Continua sem os poucos amigos que tinha e sempre tendo alguém para implicar com o mesmo

Qual destino espera? Destino ? destino é o que o amanhã nos reserva , do nada nosso mundo pode cair sem ao menos dar uma pista

CREDITS @

avatar
Anthony L. Undersee
Nerds
Nerds

Mensagens : 1
Data de inscrição : 28/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Samantha Hunterfox em Qua Maio 29, 2013 2:57 pm

História curta, mas gostei então seja bem vindo *-*


Samantha Olivia
I don't care if you think I'm a bitch...I will make you my slave. ✖️  Cat Princess ✖️  Take care...She isn't a good girl✖️

Thanks @Aiyra For MDD
avatar
Samantha Hunterfox
The Cat's
The Cat's

Mensagens : 203
Data de inscrição : 23/11/2012
Idade : 23
Localização : Provavelmente junto aos V.I.Ps

Ficha do personagem
Família: Hunterfox
Status de Relacionamento: Flertando/Interessado (a) em alguém
Série ou Emprego: 4º Ano

Ver perfil do usuário http://halfheart.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Mellody Woods em Sex Maio 31, 2013 9:27 pm

[center]
Código:
Nome do personagem: Mellody Cristine Woods

PP: Shay Mitchell

Idade:16

Profissão: Estudante conta? -q

Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
(X) Nerd
( ) Baderneiro
( ) Rebelde
( ) Gótico

Vai estudar em Half Heart: Sim

Sua história por favor:
Mellody Cristine Woods nasceu dia 27/04/1997, e desde pequena já era uma criança prodígio, por assim dizer. Ela nasceu em uma família muito rica, praticamente bilionários. Seus pais, Harry e Morgan Woods, sempre a trataram com indiferença, dando toda a atenção para sua irmã mais velha Emilly. Desde pequena, ela sofria por ter um QI um pouco elevado demais para sua idade. Aprendeu a ler com apenas 3 anos e um mês, causando espanto em seus professores. Quando contaram o que havia ocorrido para os pais de Mellody, eles não deram a mínima importância e apenas deixaram pra lá.  Ela continuou crescendo, e quanto mais ela crescia mais sua raiva por sua irmã mais velha aumentava.  Sua irmã sempre a humilhava, e o modo que ela via de se sentir melhor era nos estudos. Ela estudava 24 horas por dia, até mesmo enquanto dormia, já que deixava seu gravador ligado, repetindo assuntos que ela havia estudado. É... A vida dela não era uma das melhores.
E piorou em seu aniversário de 16 anos.

[center]--------X--------[/center]

 Mellody estava se arrumando em seu quarto, não poderia estar mais feliz: Finalmente havia completado seus tão sonhados 16 anos. Colocou seu vestido favorito, limpou e colocou seus óculos, e sua tiara com um lacinho fofo e vermelho. Ela estava apenas com uma dor de cabeça, que a deixava mais agressiva que o normal, e por isso evitava se encontrar com sua irmã em dias como esse. Mas naquele dia, sua estratégia de não encontrá-la deu errado.
Ela estava saindo de casa, quando ouviu a voz irritante de sua irmã dizer:
-Onde está indo?
-Vou sair, não posso?
- Você sabe, você não faz nada se eu não mandar.
- Quem disse? Eu mando em mim mesma, você não é nada além de uma patricinha mimada que merece uma boa surra que nossos pais não foram capazes de dar!- Mellody explodiu.
- O que você disse? - Emilly disse com uma ponta de fúria em sua voz.
- Não ouviu? O  que foi, além de idiota, agora é surda? - Mellody disse olhando ríspida para sua irmã.

Mellody apenas piscou seus olhos, e então ao abrí-los de novo, estava com Emilly em cima de si, dando socos em seu rosto. Ela depois que retomou sua consciência, conseguiu com uma força que ela nem sabia que tinha se virar e ficar por cima de sua irmã. Começou a batê-la, e então perdeu a razão: Ela estava tão obcecada que praticamente descontou 16 anos de mal tratos em alguns minutos. Quando percebeu, estava sendo retirada de cima de sua irmã à força por seus pais. Sua irmã havia ficado irreconhecível, seu rosto estava muito vermelho, seu nariz quebrado, seu olho esquerdo roxo... Mellody havia feito um grande estrago em Emilly.
Seus pais estavam possessos, e em um acesso de raiva, acabaram mandando ela a força para o internato Half Heart. Ela foi para o internato por apenas ter feito a justiça que seus pais não fizeram. Ela se culpa até hoje por ter feito isso, mas se libertou de um peso que sentia há muito tempo.


Qual destino espera? Ser uma médica de sucesso, e conseguir seu sucesso por si própria, e não por sua família.
avatar
Mellody Woods
Nerds
Nerds

Mensagens : 2
Data de inscrição : 31/05/2013

Ficha do personagem
Família:
Status de Relacionamento: Solteiro (a)
Série ou Emprego:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Samantha Hunterfox em Sex Maio 31, 2013 9:33 pm

Amei sua ficha e odiei sua irmã. Bem vinda.


Samantha Olivia
I don't care if you think I'm a bitch...I will make you my slave. ✖️  Cat Princess ✖️  Take care...She isn't a good girl✖️

Thanks @Aiyra For MDD
avatar
Samantha Hunterfox
The Cat's
The Cat's

Mensagens : 203
Data de inscrição : 23/11/2012
Idade : 23
Localização : Provavelmente junto aos V.I.Ps

Ficha do personagem
Família: Hunterfox
Status de Relacionamento: Flertando/Interessado (a) em alguém
Série ou Emprego: 4º Ano

Ver perfil do usuário http://halfheart.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Allison DiLaurentis em Ter Jun 11, 2013 2:28 pm

Nome do personagem: Allison DiLaurentis

PP: Dianna Agron

Idade: 17

Profissão: Estudante

Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
( ) Nerd
( ) Baderneiro
(-) Rebelde
( ) Gótico

Vai estudar em Half Heart: Sim

Sua história por favor: Allison ou melhor Alli sempre esteve sozinha nessa história de sua familia , ela tinha duas melhores amigas chamadas Aline Salvatore e Dianna Bennett e Allison foi viajar por um tempo com o Pai e quando voltou suas amigas não se importaram mais com ela estavam andando com sua pior inimiga , Alicia Holt e como sempre quando chegou foi direto falar com suas amigas mas levou um bela de uma ignorada e as amigas diziam que ela tinha mudado e mais então Allison tentou esquecer esse pequeno detalhe imperfeito de sua vida, ela decidiu se reerguer e ser completamente diferente do que ja foi um dia , ou seja, quis mudar de vida e de personalidade sem se importar com mais ninguem, virou uma pessoa que nunca ninguem iria querer machucar de novo e mudou completamente depois dessa decepção decidiu não confiar mais em ninguuem e se possivel machucar muitos corações como o dela foi machucado tanto faz se for homens ou mulheres. Sempre que passava pelas suas ex-amigas ou por Alicia, Allison sempre as ignorava e ignorava o fato de quase ir lá bater em cada uma delas e jurou que se achasse outras amigas seriam bem diferentes , nao deixaria as suas amigas fazerem a mesma coisa com ela isso seria totalmente proibido e falar os nomes delas seria somente um soco em sua vida mais uma vez.

Qual destino espera? Bom o destino reserva supresas certo? a minha eu não sei qual vai ser ;s


avatar
Allison DiLaurentis
Rebeldes
Rebeldes

Mensagens : 6
Data de inscrição : 11/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Zooey M. Lefreve em Ter Jun 11, 2013 6:19 pm



Nome do personagem : Zooey M. Lefreve

PP : zooey deschanel

Idade : 18

Profissão: Preencher ficha separada
Estudante

Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
( ) Nerd
( ) Baderneiro
(x) Rebelde
( ) Gótico

Vai estudar em Half Heart: Sim ou não
Sim

Sua história por favor:
Zooey, nasceu em berço de ouro, filha de Jhon Jhonson que dirige a empresa de carros Jhonson mas por algum motivo os seus pais nunca gostavam dela, “sempre rebelde, sempre se metendo em confusões, sempre aprontando, sempre estragando tudo, nunca faz nada direito, porque não é como sua irmã?” era isso oque os seus pais lhe diziam o tempo todo até num ponto que ela desistiu de agrada-los e se fechou no quarto com suas musicas, na escola não era muito diferente do que o ambiente de casa, as pessoas a ignoravam e isso a deixava com raiva mas haviam poucas pessoas com quem podia chamar de “amigo” e havia um que era o seu “namorado” que também escutava ela e a aturava. A Minha vida assim não era perfeita mas ela era estável, não muito boa e não muito ruim e dava para se viver mas um dia minha irmã Annie que é mais velha que eu se formou e meus pais ficaram o dia todo jogando na minha cara que eu não era como ela, que eu era uma inútil que só servia para atrasar eles então esses pensamentos ficaram na minha cabeça o dia todo até que eu cheguei na conclusão que eu não aguentava mais os meus pais então o meu namorado Brendo disse que era para eu fugir junto com ele e eu ingenuamente aceitei essa proposta, então quando deu 11 p.m eu pulei a minha janela e Brendo me pegou la embaixo e me colocou num carro e então andamos por 2 K.M e estávamos longe de casa e eu e ele estávamos cansados então nos hospedamos num hotel e a partir dai tudo deu errado, porque? Quando eu estava dormindo Brendo tentou abusar de mim e eu acordei antes disso e meus pais descobriram, encontraram o hotel e me levaram pra casa a força e jogaram na minha cara de novo as mesmas coisas de sempre, e no dia seguinte eles me matricularam num internato e aqui estou eu.

Qual destino espera?
Não espero nada de especial, mas oque eu sempre quis desde criança era ser historiadora que é um sonho um tanto careta aos olhos dos meus amigos mas é isso oque eu quero para o meu destino, viajar pelo mundo e descobrir novas coisas



Like a skyscraper!
Go on and try to tear me down, I will be rising from the ground.
thanks juuub's @ cp!

avatar
Zooey M. Lefreve

Mensagens : 1
Data de inscrição : 11/06/2013
Localização : pelo mundo (ava)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Melissa Potter em Qua Jun 12, 2013 4:39 pm

Nome do personagem: Melissa Potter

PP: Emma Watson

Idade: 16 anos

Profissão: Estudante

Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
( x) Nerd
( ) Baderneiro
( ) Rebelde
( ) Gótico

Vai estudar em Half Heart:Sim

Sua história por favor: A história de Melissa Potter começa,como todas as outras,no dia que os pais da garota se conheceram.Na época,Virgínia Potter já era uma cineasta de sucesso e em seu próximo filme que iria trabalhar,conhece Bruce Todd(nome do pai da garota na época),na época também um famoso ator de filmes de ação.Assim que se viram,claro que foi aquele ''amor á primeira vista'' e dois dias depois,Bruce já tinha pedido Virgínia em namoro.Mas claro que tinham que manter tudo em segredo,pois na época era contra namoro entre membros de equipe de filmagens e atores.E três meses depois,os dois já estavam casados. No meio da lua-de-mel do casal,Virgínia conta pra Bruce que já ansia pelo primeiro filho.Bruce fica encantado ao ouvir a notícia,pois ele sempre se deu bem com crianças e imediatamente sugeriu que abandonassem a viagem de lua de  mel e voltassem pra casa para fazerem o ultrassom.A surpresa maior veio quando o casal descobriu que iriam ser pais de uma menina. Finalmente,no dia 17/07/1993, Virgínia começa a sentir as dores do parto e o casal corre para o hospital para os médicos fazerem o parto.E então finalmente vem ao mundo a pequena e adorável Melissa.Depois de alguns dias,Melissa volta pra casa com os pais e quando completa 7 anos,conhece Daniel,o seu hoje melhor amigo.Os dois se conheceram porque ambos moravam na mesma rua e Melis estava com Daniel na hora da morte dos pais do garoto.Nessa época,os dois já desenvolviam habilidades artísticas e por decisão dos pais de Melis,que queriam que a filha fosse mais independente,a mandaram para morar sozinha em Los Angeles.Dois anos depois e a garota já se adaptou á nova vida.

Qual destino espera? Apenas me dar bem esse ano e entrar para a faculdade dos meus sonhos.E se possível,encontar alguém que me faça feliz e ter boas amigas!
avatar
Melissa Potter

Mensagens : 4
Data de inscrição : 12/06/2013
Idade : 28

Ficha do personagem
Família: Potter
Status de Relacionamento: Solteiro (a)
Série ou Emprego: 2º ano

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Amy Pond em Qui Jul 18, 2013 8:54 am



Living in the real world





Nome do personagem: Amelia {Amy} Smith Willams Pond

PP: Karen Gillan

Idade: 17

Profissão: Estudante

Marque com um X: (apenas para estudantes)
( ) Popular
( ) Nerd
( ) Baderneiro
(X) Rebelde
( ) Gótico

Vai estudar em Half Heart: Sim

Sua história por favor:
Nasci no norte da Inglaterra,Escócia.Quando completei 4 anos fui morar coma minha avó, Elizabeth.
Nunca fui uma menina super extrovertida, ou então, “popular”, mas sempre tive vários amigos.
Desde pequena sonho em ser uma escritora. Não tenho da morte, essa palavra nunca me causou agonia e muito menos medo.

Eu e minha avó sempre fomos muito amigas, apesar da diferença de idade, eu compartilhava tudo o que a acontecia com ela, só com ela. Minha avó me dizia que quando tinha a minha idade era muito parecida comigo. Ela dizia que eu sempre fora uma menina teimosa e muito inteligente, como ela.
Confesso que sou uma pessoa competitiva e muito rude comigo mesma, mas às vezes isso é bom.

Quando completei 17 anos me mudei para Londres e me matriculei na Half Heart e com o desejo de me torna escritora,mas por azar, a minha avó estava doente e não podia deixa-la sozinha, não naquele momento. Minha avó me dizia para não me preocupar com ela, pois nunca dependeu de ninguém e sempre viveu sozinha. Meio insegura, acreditei nas suas palavras, mas isso foi o maior erro da minha vida.

Um ano se passou, tudo estava bem ... Mas tinha um coisa que eu não podia evitar, o tempo. Minha avó era uma senhora de 87 anos e estava solitária, doente e fraca.

Mais ano se passou e minha avó falecera e herdara um cardeninho azul,com um bilhte esrito:"Escreva tudo sobre sua vida Aqui.Eu te Amo -Elizabeth"
Depois da morte da minha avó, eu nunca mais fui a mesma,ficou estremamente rebelde,cheia de angustia,dor e raiva.

Qual destino espera?
Ser uma escritora
words: ### -- tagged: fulano -- notes: aleluia senhor, terminei!.
avatar
Amy Pond

Mensagens : 5
Data de inscrição : 18/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para personagem

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum